Definição

O MEL é o principal produto das abelhas, sendo conhecido e utilizado como alimento pelo homem desde os primórdios da civilização. É encontrado na natureza em estado líquido (pastoso) ou cristalizado. Contém proteínas, diversos sais mineiras e vitaminas essenciais à saúde humana.

mel de abelhas o que é

Abelhas coletando Néctar

Como o MEL é produzido?

O MEL é produzido pelas abelhas a partir do Néctar recolhido das flores. As abelhas armazenam temporariamente o néctar recolhido em seu aparelho digestivo, mais especificamente na vesícula nectarífera, onde sofre a ação de várias enzimas que irão decompor o açúcar do néctar em dois açúcares mais simples, a frutose e a glicose, além disso, durante o tempo que o mel fica na vesícula nectarífera, o que geralmente corresponde ao tempo de transporte das flores até a colmeia,  diversas enzimas são acrescentadas ao néctar, tais como a invertase, diastase, glicose oxidase, catalase e fosfatase. O néctar então acrescido dessas enzimas é regurgitado pelas abelhas nos alvéolos dos favos no interior da colmeia, onde perde grande parte da sua água, transformando-se em MEL e ficando assim armazenado com o objetivo de servir de alimento para elas.

o que é mel de abelhas

Morfologia da Abelha

Tipos de MEL

Existe uma variedade muito grande de tipos de MEL, sendo caracterizados de acordo com a espécie de inseto produtor, assim como, coloração, sabor, densidade, etc.

Se utilizarmos como objeto de estudo o MEL produzido por apenas uma determinada espécie de abelha, ainda assim teremos variações de tipos, pois o mesmo depende da origem do néctar recolhido, ou seja, dos tipos de flores presentes na região onde se encontram as colmeias. Sendo assim o tipo do mel é totalmente vinculado ao tipo de florada da região onde se encontra o apiário e justamente por isso é geralmente catalogado com o nome da florada.

Classificação do MEL

O MEL é classificado basicamente em dois grupos:

Monofloral: Proveniente do néctar de uma única espécie de floral.
Polifloral: Proveniente do néctar de diversas flores de espécies diferentes.

De acordo com a escala internacional, o mel também pode ser classificado de acordo com suas cores:

  • Mel Branco: É o mais estimado no Mercado Internacional por ter um sabor bastante suave, embora seja um pouco mais pobre em sais minerais. Exemplo: Mel da florada de Cambará.
  • Mel Claro: Possui aroma e sabor muito apreciados, coloração cerejeira e densidade média. Exemplos: Mel de laranjeira, Cipó Uva e Macieira.
  • Mel Ambar: Possui a coloração mas comum das encontradas no Brasil, é rico em sais minerais. Exemplo: Mel Silvestre e de Eucalipto.
  • Mel Escuro: Proveniente de vegetação baixa. Rico em sais minerais e ferro. Exemplo: Mel de Cana de Açúcar, Malva e Cidreira.
o que é mel de abelhas

Tipos de Mel

Tipos de MEL mais comuns no Brasil

Tomando por base a espécie de abelhas mais comum no Brasil e explorada comercialmente que é a mistura da Apis Mellifera Lingústica (Abelha Europeia  Italiana) e a Apis Mellifera Scuttelata  (Abelha Africana), formando o que chamamos de Abelha Africanizada, encontramos uma variedade enorme de tipos de MEL, onde se destacam os mais comuns, tais como os provenientes das seguintes floradas brasileiras:

Alecrim do Campo
Aroeira
Assa-Peixe
Bracatinga
Café
Caju
Cana de açúcar
Candeia
Canela Amarela
Capixingui
Caraguatá
Carqueja
Cipó-Uva
Copaíba
Erva Lanceia
Eucalipto
Laranjeira
Maçã
Marmelo
Silvestre
Vassourinha

Os tipos de MEL que coloquei em negrito, correspondem aos mais abundantemente encontrados no Interior do Estado de São Paulo, ou seja, nas terras onde se encontram nossos apiários. O Mel Silvestre é o mais comum, pois, sendo proveniente da mistura de flores do campo é facilmente colhido entre os meses de Agosto e Outubro, quando as matas da nossa região se enchem de flores.

Em um próximo artigo, abordaremos especificamente cada tipo de mel, suas características físicas, propriedades medicinais, indicações, etc. Por momento nosso objetivo é apenas mostrar ao querido leitor que o MEL varia muito suas características dependendo da região onde se encontram os apiários e que nesse Brasil a fora encontramos uma quantidade enorme de tipos de MEL.

Composição do Mel

A composição do MEL varia de acordo com a florada do qual o néctar foi extraído, assim como a espécie de abelha que o produziu e as condições climáticas do ambiente onde se encontram as colmeias, no entanto, embora varie as quantidades de um ou de outro componente, a existência dos mesmos é sempre garantida.o que é mel de abelhas?

O MEL é constituído basicamente por glicose e frutose, que compõe aproximadamente 75% do seu total. Em sua composição também estão presentes a água num percentual de aproximado 20%, alguns minerais conhecidos como cálcio, cobre, ferro, magnésio, fósforo, potássio, aminoácidos,  ácidos orgânicos como ácido acético e ácido cítrico, vitaminas do complexo B, vitaminas C, D e E, além de alguns antioxidantes como flavonoides e fenólicos.

 

Composição Básica do mel
Componentes Média Desvio padrão Variação
Água (%) 17,2 1,46 13,4 ~ 22,9
Frutose (%) 38,19 2,07 27,25 ~ 44,26
Glicose (%) 31,28 3,03 22,03 ~ 40,75
Sacarose (%) 1,31 0,95 0,25 ~ 7,57
Maltose (%) 7,31 2,09 2,74 ~ 15,98
Açúcares totais (%) 1,5 1,03 0,13 ~ 8,49
Outros (%) 3,1 1,97 0,0 ~ 13,2
pH 3,91 3,42 ~ 6,10
Acidez livre (meq/kg) 22,03 8,22 6,75 ~ 47,19
Lactona (meq/kg) 7,11 3,52 0,00 ~ 18,76
Acidez total (meq/kg) 29,12 10,33 8,68 ~ 59,49
Lactona/Acidez livre 0,335 0,135 0,00 ~ 0,950
Cinzas (%) 0,169 0,15 0,020 ~ 1,028
Nitrogênio (%) 0,041 0,026 0,00 ~ 0,133
Diastase 20,8 9,76 2,1 ~ 61,2

Valores Nutricionais do MEL

O MEL é um complemento alimentar de suma importância para a humanidade, pois possui diversos nutrientes necessários ao nosso corpo. Além de ser uma fonte abundante de energia, o mel traz muitos benefícios ao nosso organismo, principalmente no que diz respeito ao equilíbrio de nossas funções orgânicas.

Valor nutricional do mel
Componentes Quantidade em 100g
Proteína 0,87 g
Carboidratos 80,35 mg
Colesterol 1,87 mg
Cálcio 15,29 mg
Ferro 1,42 mg
Sódio 14,16 mg
Energia 324,88 kcal

 O MEL é calórico?

Por ser uma substância cujos principais componentes são açúcares, o mel é um alimento calórico, no entanto, possui várias vantagens quando comparado a outras substâncias, principalmente quando comparado ao açúcar tradicional que utilizamos para adoçar os alimentos, que além de mais calórico não agrega nenhum nutriente benéfico à saúde do ser humano. Segue um pequeno comparativo de Calorias entre o mel e outros alimentos.

Comparação de calorias do mel com outros alimentos
Alimento Quantidade de calorias/ kg
AÇÚCAR DE MESA 4.130
MEL DE ABELHA 3.395
OVOS 1.375
AVES 880
LEITE 600

Percebam queridos amigos leitores, que 1 Kg de MEL possui 735 calorias a menos que 1 Kg de açúcar. Essa é somente uma das vantagens do MEL que além de ser menos calórico possui proteínas, carboidratos, cálcio, ferro, sódio e uma quantidade energética muito maior que o açúcar.

Qual é a validade do MEL?

O mel é considerado um dos únicos produtos de origem animal, se não o único, que não estraga, se conservado adequadamente.

Para se ter ideia, o MEL que já foi considerado um símbolo de riqueza e de poder no antigo Egito, foi encontrado nas pirâmides dos faraós, entre vários tesouros, em estado cristalizado. Inclusive, algumas experiências feitas com esses achados demonstraram que, mesmo depois de três milênios, o mel das tumbas dos antigos reais egípcios ainda poderia ser utilizado para consumo, constatando-se, assim, o seu longo estado de conservação, embora tivesse perdido algumas de suas propriedades.

O Ministério da Agricultura, que regulamenta os produtos de origem animal, estabeleceu para o MEL  o prazo de máximo de validade para esse tipo de substância, que é de 02 (dois) anos a partir da colheita. O prazo de validade e a data da colheita devem estar explícitos no rótulo da embalagem.

abelhas-e-mel-validade

Validade de 02 Anos.

Sabendo das características do MEL, se o prazo de dois anos for ultrapassado, fica a critério do querido amigo leitor se desfazer ou não do produto, porém, com certeza se foi armazenado adequadamente e tratar-se de um mel de boa qualidade, o mesmo ainda estará próprio para o consumo.

Propriedades Terapêuticas do MEL

São várias as propriedades terapêuticas do MEL. É tanto assunto que merece com certeza um artigo específico sobre isso, no entanto, vale a pena citar alguns dos principais benefícios desse fabuloso alimento.

Notadamente algumas propriedades terapêuticas já foram comprovadas cientificamente, tais como sua ação cicatrizante, antisséptica, antibacteriana e antimicrobiana, no entanto, no que diz respeito ao conhecimento popular, o mel é um ótimo revigorante para pessoas cansadas e nervosas, combate gripes e resfriados, possui efeito expectorante combatendo a tosse, é diurético e digestivo, acelera a cicatrização da pele em feridas e queimaduras quando utilizado externamente, é ótimo hidratante e nutritivo para a pele, revitaliza o cabelo, tonifica e rejuvenesce a pele e os músculos, é antirreumático, combate cãibras e aumenta o nível de antioxidantes no sangue.

o que é mel de abelhas?

O mel é muito bom para a pele.

São tantos os benefícios e as indicações do MEL para o ser humano que uma nova área da medicina alternativa foi criada com o objetivo de estudar as propriedades terapêuticas dos produtos derivados das abelhas e sua aplicabilidade no homem, a Apiterapia.

A apiterapia tem crescido muito nos últimos anos e desenvolvido suas pesquisas principalmente sobre a utilização do MEL, Pólen, Geleia Real e Apitoxina no tratamento de inúmeras enfermidades do ser Humano.

Contra indicações do MEL

O MEL é somente contraindicado para pessoas que possuam diabetes devido a grande quantidade de Glicose e Frutose em sua composição. Além disso, a ANVISA não recomenda a utilização de MEL por crianças menores de 01 ano, pois, existe o risco de contaminação por Clostridium botulinun se o MEL for manuseado inadequadamente pelos produtores. Como as crianças de até 01 ano de idade ainda não possuem a estrutura gastro intestinal e o sistema imunológico totalmente desenvolvidos, recomenda-se que não seja ministrado MEL a elas por precaução.

Como o MEL deve ser ingerido?

Embora o MEL possua várias propriedades terapêuticas ele não deve ser encarado como um remédio e sim como um alimento, desse ângulo, não deve ser ingerido apenas quando passamos por algum problema de saúde, como a maioria das pessoas faz e sim diariamente.

o que é mel de abelhas?

O indicado é que se tome pelo menos uma colher de sopa de MEL ao dia, de preferência logo pela manhã antes da refeição matinal. Algumas pessoas substituem o açúcar de mesa pelo MEL, utilizando-o como adoçante no leite, café, suco, entre outros. Essa prática é uma boa forma de inserir o MEL na rotina de alimentação diária, no entanto, o ideal é sempre consultar um médico ou nutricionista antes de fazer esse tipo de alteração.

Conclusão

O MEL é um derivado das abelhas importantíssimo para a nossa vida! O consumo do Mel não deve ser feito apenas quando estamos com gripes e resfriados e sim constantemente para que haja o aumento da resistência do organismo e seus efeitos possam ser prolongados. Possui várias propriedades terapêuticas e a cada dia novas pesquisas indicam a utilização do MEL para diversos outros fins através da Apiterapia. Por tratar-se de um alimento constituído de açúcares, a ingestão por pessoas com Diabetes precisa ser acompanhada por um médico e não é recomendado para menores de 01 ano.

o que é mel de abelhas?

Mel no Favo

Terminamos por aqui o nosso primeiro artigo do Abelhas e Mel, onde tentamos abordar conceitualmente as principais informações sobre esse alimento tão importante para nós e também muito gostoso que é o Mel. Esperamos que tenham gostado e possam acompanhar as nossas postagens! Comentem, façam perguntas. A nossa maior alegria é poder interagir com o nosso público e auxiliar no que for preciso. Grande abraço a todos!

 

11 Comentários

  1. Pingback: O QUE É PRÓPOLIS E OS SEUS BENEFÍCIOS PARA O HOMEM |

  2. RENATO C MEDINA

    FIQUEI MUITO SATISFEITO COM A EXPLICAÇÃO EXCLARECEDORA DO REFERIDO ARTIGO
    PORTANTO GOSTAREI DE SER INFORMADO DE NOVA PESQUISA REALIZADA,MEUS RESPEITO SOB O TERMO DA PRESENTE RENATO MEDINA

    • RENATO C MEDINA

      AGUARDO MAIS INFORMAÇÃO ,POIS ME TROUXE UM BOM CONHECIMENTO DA MATÉRIA

      • Renato, obrigado novamente pelo contato! Se quiser receber informações sempre quentes sobre nossas publicações, cadastre-se em nossa newsletter informando seu e-mail. Grande abraço.

    • Muito obrigado pelo comentário Renato! Esperamos poder alimentar o blog com muitas informações sempre! A participação dos leitores é sempre muito importante e estimulante para nós! Grande abraço. Hebert

  3. MARIA ELIANE

    excelente artigo, encontrei tudo que gostaria de saber sobre a produção de mel. Sou estudante do IFCE de Sobral.

  4. Desejo saber se a Unicamp de Campinas, oferece curso sobre o Propolis Verde, tenho sitio na cidade de Jarinu/SP e pretendo investir nesse seguimento.Já atuo na area da saúde.
    Grata,
    Madeleine

  5. Parabéns pela excelente matéria. Excepcional didática, extremamente compreensível e de grande objetividade. NOTA 100.
    Emanuel Cavalcante

  6. Muito interessante a divulgação do própolis e seus benefícios; excelente iniciativa.

    Valeu!!!!!!!

  7. milton ferreira dos santos

    gostaria de receber um contato, pra maiores informações. ótima matéria de fácil entendimento parabéns!!!!!

  8. Que beleza este artigo! Sou uma MEL curiosa pelo meu nome e pelas abelhas. Adorei encontrar esta leitura!
    Obrigada!

Responder a MADELEINE GIGLIO Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Visit Us On TwitterVisit Us On Facebook